Hipnoterapia

A hipnoterapia é uma abordagem terapêutica que utiliza a hipnose como ferramenta para facilitar mudanças comportamentais e emocionais. A hipnose é um estado de consciência alterado caracterizado por relaxamento profundo e alta receptividade a sugestões.

Durante a hipnoterapia, o profissional ajuda o indivíduo a entrar em um estado de hipnose, e então utiliza sugestões positivas e técnicas de reestruturação cognitiva para ajudar a mudar padrões de pensamento, comportamento ou percepção sensorial. A hipnoterapia pode ser utilizada para tratar uma variedade de condições, incluindo ansiedade, estresse, dores crônicas, insônia, vícios, e traumas.

A hipnoterapia é uma das Práticas Integrativas e Complementares em Saúde (PICS) contempladas pela Política Nacional de Práticas Integrativas e Complementares (PNPIC) do Sistema Único de Saúde (SUS) no Brasil. As PICS representam um conjunto de abordagens que buscam complementar os tratamentos convencionais com terapias que consideram o indivíduo de maneira integral, levando em conta não apenas os aspectos físicos, mas também os mentais e emocionais.

No contexto da PNPIC, a hipnoterapia é reconhecida como uma prática que pode contribuir para o manejo de diversas condições de saúde, incluindo questões de saúde mental e manejo de dor. Em algumas unidades do SUS, os usuários têm acesso a essa prática, demonstrando o reconhecimento de seu valor como uma abordagem terapêutica eficaz.

No entanto, é importante frisar que, embora a hipnoterapia possa oferecer benefícios à saúde, ela deve ser vista como uma prática complementar à medicina convencional, e não como uma substituição. Antes de iniciar qualquer nova abordagem terapêutica, incluindo a hipnoterapia, é sempre recomendável conversar com um profissional de saúde qualificado para entender os potenciais benefícios e riscos.